Nas Bancas

Fernanda Serrano-8964.jpg

João Lima

Fernanda Serrano: “Sinto que agora estou a usufruir mais da minha vida e dos meus filhos”

A um mês de completar 46 anos e divorciada de Pedro Miguel Ramos, a atriz mostra-se tranquila.

Joana Carreira
20 de outubro de 2019, 15:00

O ano de 2019 foi de mudanças na vida da atriz Fernanda Serrano, depois de ter anunciado, em junho, o fim do casamento de 15 anos com Pedro Miguel Ramos. Após um período de readaptação familiar, Fernanda mostra-se tranquila e com uma preocupação crucial: o bem-estar dos quatro filhos, Santiago, de 14 anos, Laura, de 11, Maria Luísa, de dez, e Caetana, de quatro.
Num dia dedicado às gravações da campanha de Natal da Majorica, marca de joias da qual é embaixadora, a atriz, que neste momento também tem dado cartas como apresentadora, revelou uma enorme vontade de continuar a lutar pelos seus sonhos, focando-se cada vez mais em si própria.

– Trabalha com a Majorica há quatro anos. Continua a ser especial gravar as campanhas da marca ano após ano?

Fernanda Serrano – Gosto de relações muito longas, por isso é ótimo gravar cada campanha. É uma parceria feliz, harmoniosa e verdadeira. Enquanto cidadã, consumidora, mãe e mulher, gosto de tudo aquilo que transmita a sua essência e a sua genuinidade. Gosto de fazer esta campanha porque tem joias que me dizem muito.

– Sente-se uma mulher mais poderosa ao usar uma joia?

– Não vejo as coisas dessa forma. Não preciso de peças de roupa nem de joias para harmonizar o meu dia, mas sim de sentir que este vai correr bem. Com essa luz e boa energia, construo o resto. Precisava de alguém que me ajudasse a definir o meu guarda-roupa. [Risos.] Para os meus filhos tenho muita paciência, para cuidar e tratar deles, mas para mim já não tenho.

– E porquê?

– Porque já sou a quinta! [Risos.] Quando chega a minha vez, já não tenho tanta criatividade e frescura. Gosto de tudo o que tenha a ver com a realidade e a existência dos meus filhos. Já gostava muito de crianças antes e a verdade é que tenho cada vez mais paciência e tolerância para os menores e menos para os adultos.

– Acha que lhe faz falta olhar mais para si?

– Agora tem existido essa possibilidade, com esta nova fase da minha vida. Tenho conseguido fazer isso e, por isso mesmo, acabo por perceber que há um equilíbrio maior nesse sentido. E quando estou com os meus filhos, que é a maior parte do tempo, felizmente, desfruto a 100%, tanto eu como eles.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras