Nas Bancas

Foram estas as palavras que deixaram Júlia Pinheiro em lágrimas no dia do seu aniversário

Saiba mais!

CARAS
8 de outubro de 2019, 17:01

Júlia Pinheiro assinalou este domingo, 6 de outubro, mais um ano de vida e a produção do seu programa não quis deixar de a felicitar. A apresentadora das tardes da SIC foi surpreendida por um vídeo com algumas fotografias da sua carreira e vida pessoal acompanhados de um texto muito especial, escrito e lido pelo marido, Rui Pêgo. A surpresa deixou Júlia sem palavras e em lágrimas, perante o momento inesperado.

O longo texto elogia o caráter distinto da apresentadora, que é também mulher, companheira e amiga, que nunca se verga às dificuldades que a vida lhe oferece.

Quase sem palavras, agradeceu o gesto, visivelmente comovida: "Oh meu amor, também te amo. Obrigada, mil vezes obrigada!"

Leia o texto completo aqui:

:"Foi uma arrogância dócil, um queixo provocador, um olhar curioso. Fiquei desarmado com aquele despropósito: a frase atrevida, o gesto definitivo. Chegaste à rádio e tudo em ti era novo. Trazias na voz uma frescura brilhante e eu soube logo que queria casar contigo. A caminho de um concerto de Carlos Santana a brincar às moedas prometi ganhar-te e acabámos a rir num pequeno-almoço em Madrid. E casámos. Tu incrédula, a avançar no passo que tinhas jurado não dar, e eu todo comoção no altar à tua espera. E naquela capelinha de Vila Nova de Cerveira, uma alegria febril derretia o frio de dezembro e anunciava uma aventura extraordinária. O tempo passou. Vieram os filhos, as gargalhadas à solta entre os projetos intensos. A culpa a beliscar os dias em que não estavas na sala, no quarto, na escola, como querias estar. Como se não percebesses que és pilar e chão e fundação de um lugar infinito a que chamamos família onde todos nos abrigamos. Sob o arame esticado das emoções consegues gerir a dificuldade e recuperar o equilíbrio. E foste fazendo um percurso notável. Chegaste tarde mas conquistaste cedo ao conhecimento, do trabalho, do talento, do empenho, com a performance singular de quem não faz planos nem define estratégias. E provaste que consegues fazer o que quiseres. Com uma capacidade de construção notável, és corajosa e arriscas. Afirmas desejas, realizas sonhos, assumes posições. Sem medo de te expores ao escrutínio público. Eu, nos bastidores, fico suspenso, sofro a antecipar o desfecho e aplaudo de pé cada vitória. E numa ponte improvável que liga o passado ao futuro, continuas atrevida, curiosa, determinada. Sem nunca olhar para atrás ou para ontem. Tudo em ti é futuro. Muitos parabéns, meu amor. Tens a vida pela frente"

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras