Nas Bancas

original.jpg

D.R.

Polícia descarta possibilidade de crime na morte de Eduardo Beauté

As autoridades estão a acompanhar o caso.

CARAS
10 de setembro de 2019, 15:41

A polícia acaba de descartar a possibilidade de ter havido crime na morte de Eduardo Beauté, encontrado sem vida este sábado, 7 de setembro, aos 52 anos. De acordo com fonte policial ao JN, a análise efetuada na casa do cabeleireiro, onde foi encontrado morto, afasta qualquer hipótese de intervenção de terceiros.

Será, assim, o trabalho da PSP em parceria com o Instituto Nacional de Medicina Legal a chegar a conclusões mais concretas sobre a causa da morte.

Em declarações a Manuel Luís Goucha e a Maria Cerqueira Gomes para o programa "Você na TV", a amiga de Eduardo Beauté, Filomena Cardinali, já tinha dado algumas indicações de que poderia tratar-se de causa natural. "Tudo indica que não tenha sido o que se pensou primeiro que aconteceu. Vamos esperar pelo resultado da autópsia, mas foi quase de certeza de causa natural. O Eduardo adorava os filhos. Não foi nada por interesse nem para aparecer", destacou.

Recorde-se que foi o modelo internacional e ex-marido do cabeleireiro, Luís Borges, quem deu a notícia do falecimento nas redes sociais, pedindo a quem o segue que fosse respeitada a dureza do momento vivido. "É com profunda tristeza que partilho convosco que partiu hoje o Pai dos meus filhos. Neste momento de dor peço que recordem o Eduardo com carinho e respeitem o momento difícil que atravessamos."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras