Nas Bancas

A vida dramática de Eduardo Beauté

Perdeu o único filho biológico aos 17 anos e, mais tarde, o pai, que se enforcou. Mas não só.

CARAS
9 de setembro de 2019, 11:32

Eduardo Beauté foi encontrado sem vida em casa este sábado, dia 7 de setembro. Este foi um desfecho que apanhou todos de surpresa, apesar do seu histórico depressivo, motivado pelas diversas situações dramáticas que teve que enfrentar ao longo dos seus 52 anos de vida.

Com apenas 17 anos, o cabeleireiro teve o seu único filho biológico, Rúben Eduardo, mas o bebé faleceu com apenas seis meses, vítima de doença pulmonar. Nas redes sociais, Beauté recordava diversas vezes o filho, tendo-lhe até dedicado algumas palavras, em maio de 2018, numa publicação onde também consta uma fotografia do cabeleireiro com o bebé ao colo.

"Ainda não consegui dizer Adeus... Pois o amor incondicional pelo meu filho biológico que partiu com apenas 6 meses, continua tão grande como quando o vi e senti nos meus braços pela primeira vez. Tanto quanto o amor que tenho por Deus e a fé que possuo até à eternidade. Esse amor sustenta-me e vence o impedimento de caminhar. Amor que faz dissolver o concreto e continuo a orar diariamente como sempre faço pelos meus 3 filhos de coração. Embora o Rúben Eduardo não esteja entre nós, conto os minutos, horas, dias, noites, semanas, meses, anos que partiste. Hoje dia 08/05/2018 completam 34 anos a última vez que te vi fisicamente, e te dei os últimos beijos ainda em vida.
Mesmo ausente, tu não sais do meu pensamento e do meu coração.
AMO-TE
Até um dia filho amado..."
, podia ler-se.

Mas a esta perda somam-se outras na vida do cabeleireiro. Durante a juventude passou por dificuldades financeiras, uma vez que a mãe havia sido abandonada pelo seu pai, com quem não mantinha uma relação de proximidade, e que viria a morrer, vítima de suicídio, em 2010, tendo sido encontrado enforcado por um dos irmãos de Eduardo. Da família paterna, Beauté perdeu ainda a avó e uma tia, que também se suicidaram.

O irmão mais novo de Eduardo teve um problema relacionado com estupefacientes ainda durante a adolescência, que conseguiu superar. "Felizmente, o meu irmão está bem. Fez uma reabilitação e tratou-se. Há cerca de 8 anos que não consome drogas e tem o seu trabalho", disse, numa entrevista à TV Guia, em 2017.

Em 2016 divorciou-se de Luís Borges ao fim de sete anos de relação, cinco dos quais casados, uma separação complicada, durante a qual o cabeleireiro acusou o manequim de "violência verbal", da qual terá sido vítima durante três anos, segundo partilhou nas suas redes sociais, tendo também confessado que o agrediu. Os dois têm três filhos em comum, Bernardo, de oito anos, Lurdes, de sete, e Edu, de quatro. Nessa altura mergulhou numa profunda depressão, como explicou numa entrevista a Manuel Luís Goucha no Você na TV!, em abril deste ano. "Estava com uma grande depressão. Estive muito desesperado, tinha ataques de pânico e estive medicado durante dois anos", revelou, acrescentando que naquela altura a relação entre ambos já estaria numa melhor fase. "O Luís é meu amigo, vai visitar os filhos e passeia com eles", revelou na mesma entrevista, partilhando ainda que se encontrava a ser seguido por um psicólogo e por uma psiquiatra e garantindo que nunca tinha tido pensamentos suicidas. "Estive muito desesperado, mas eu olhava para os meus filhos e era impensável”, garantiu.

O cabeleireiro lançou um livro, "À Procura de Uma Família", em junho deste ano, onde relata alguns destes episódios, assim como outros sobre violência ou o bullying que sofreu na juventude. A família, que por algum tempo construiu com o manequim, desmoronou-se, o que contribuiu negativamente para a sua depressão.

De recordar que foi o próprio ex-marido do cabeleireiro que deu a notícia da sua morte, através das redes sociais. "É com profunda tristeza que partilho convosco que partiu hoje o Pai dos meus filhos. Neste momento de dor peço que recordem o Eduardo com carinho e respeitem o momento difícil que atravessamos", escreveu Luís Borges.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras