Nas Bancas

Xamã Durek conta quem é e fala sobre a sua relação com a princesa Martha Louise

O namorado da princesa norueguesa já foi criticado pela profissão que desempenha. "Os visionários de amanhã não são apreciados pelas gentes de hoje", disse. Veja o vídeo.

CARAS
30 de julho de 2019, 13:12

Em maio deste ano a princesa Martha Louise da Noruega, de 47 anos, apresentou ao mundo o seu novo companheiro, Durek Verret, um curandeiro espiritual norte-americano. Desde então é frequente serem vistos juntos e são comuns as declarações de amor um para o outro nas redes sociais. Os dois dão palestras em conjunto e, recentemente, estiveram nos Estados Unidos a passar férias com a atriz Gwyneth Paltrow, a quem o xamã se refere como sua "irmã de alma".

Agora, Durek concedeu pela primeira vez uma grande entrevista, tendo falado um pouco sobre si com a Times. O californiano, de 44 anos, nasceu numa família abastada em São Francisco. É sobrinho de Shirley Verret, uma cantora de ópera de renome. Contou ainda que ajudava os sem-abrigo. "Recolhia móveis e dava-lhos", disse. A entrevista decorreu no seu apartamento arrendado em Hollywood.

Durek começou o seu treino para se tornar xamã com apenas 12 anos, tendo estudado na Turquia e em Israel. Aos 27 anos, depois de um grave problema de saúde, diz ter morrido e voltado à vida. "Fui para o outro lado. Ensinaram-me o que somos, de onde vimos, como funciona tudo isto e como complicamos tudo", afirmou. Durek diz ainda ter todo o tipo de clientes. "Tive atores e atrizes ao meu lado, milionários, bilionários... um chegou a dizer-se que me queria oferecer um espaço em Park Avenue [Nova York]. Obrigado, mas não", contou ainda o xamã.

Atualmente dá palestras por todo o mundo, mas para vê-lo é preciso pagar um preço superior a 125 euros, o custo de um bilhete. "Houve uma época em que se disse que Einstein estava louco. Os visionários de amanhã não são apreciados pelas gentes de hoje", declarou ainda.

O xamã falou também sobre a sua relação com a princesa, explicando que percebeu imediatamente, quando a conheceu, que ela era a sua "alma gémea". No entanto, desde que a relação foi tornada pública, o caminho de ambos não tem sido fácil. A imprensa local chegou até a pedir à princesa que abdicasse do título por namorar com um xamã. Por fim, houve ainda espaço para que pudesse partilhar que já sofreu de racismo desde o início da relação com Martha Louise, que o tornou numa figura com maior exposição pública.

"As pessoas sentem-se desconfortáveis ​​quando uma mulher branca escolhe um homem de pele negra, que é um xamã, que é sua alma gémea. Agita as consciências. Estamos a mudar as coisas por estarmos apaixonados. Não podemos ficar zangados com isso, é um momento de evolução. As pessoas estão numa constante caça às bruxas, não tem nada a ver comigo ou com a Martha Louise. Tem a ver com eles mesmos ", concluiu.

Veja o vídeo

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras