Nas Bancas

bohemian 21.jpg

Pedro Jorge Melo

Em entrevista À CARAS, Joana Freitas assume relação e fala do filho, de três anos

A modelo foi fotografada para uma marca de biquínis e falou do seu namoro e do seu maior amor, o filho, Francisco.

Andreia Cardinali
4 de julho de 2019, 11:33

Aos 32 anos e com um filho de três, Joana Freitas continua a ser um dos rostos mais fotografados para diversas campanhas, em especial de roupa de praia, como aconteceu na ocasião que proporcionou esta conversa, durante o making of do catálogo da marca portuguesa Bohemian Swimwear, no Portinho da Arrábida.
Encantada com esta fase e com a forma como se vê enquanto mulher, em especial desde que foi mãe de Francisco, fruto de uma relação já terminada, a modelo vive atualmente dias felizes junto de Tomás Fonseca, com quem já namora há nove meses, mas que só recentemente assumiu.

– Já não é a primeira vez que é fotografada para esta marca...
Joana Freitas – Já faço parte da família da Bohemian Swimwear, para a qual fotografo julgo que desde o início. Conheci a Érica Bettencourt [dona da marca] por ocasião da primeira campanha e hoje somos superamigas. A nível profissional isso também ajuda, porque já conheço bem o gosto dela e torna-se mais fácil saber as imagens que pretende.
– Como modelo, trabalha com o corpo desde sempre. A maternidade trouxe uma consciência diferente, tornou-a mais confiante?
– Não sei se foi a maternidade ou a entrada nos 30, porque tive o Francisquinho aos 29 e logo a seguir fiz anos, mas houve qualquer coisa que me deu mais segurança. Antigamente era mais preocupada e ficava muito mais a pensar no que os outros poderiam pensar e hoje em dia desvalorizo isso. Agora sou muito mais segura de mim própria, gosto imenso de mim, vivo muito bem comigo e com a minha pele, mesmo com os desafios que a idade traz.... O corpo não é igual, mas acho que não me posso queixar. Engordei 20 quilos na gravidez e consegui facilmente regressar ao sítio.
– O seu filho já está com três anos, uma fase muito gira...
– É espetacular, estou a adorar. Sempre ouvi falar dos terrible two e de facto o último ano foi muito desafiador, por causa das birras e de ele já querer marcar uma posição. Agora acho que está a entrar numa fase muito mais consciente, consciente das asneiras que faz, de quando me magoa ou me deixa triste, e é muito querido ver que ele, apesar de ser meio doido, porque é mesmo rapazola, também tem um lado muito meigo comigo. Fico derretida. Diz que já não é bebé, que está muito crescido.
– E como está a encarar esse crescimento dele?
– Para mim, vai ser sempre o meu bebé. [Risos.] Mas acho ótimo que ele cresça e a mim isso também me dá outro tipo de liberdade. Gosto de já poder ir a sítios com ele e de, mesmo em casa, não ter de estar tão atenta ao que faz. É sempre bom vermos os nossos filhos a crescer e a evoluir com saúde.
– O facto de viver sozinha com ele, já que se separou do pai do Francisco quando ele tinha oito meses, tornou-vos mais próximos?
– Como é óbvio, nós vivemos um para o outro desde que ele nasceu, estamos sempre juntos.
– Passaram-se dois anos e agora assumiu a sua nova relação, que já dura há nove meses...
– Sim. Hoje em dia, com o Francisco, gosto de ter uma responsabilidade acrescida e fez mais sentido para mim conhecer primeiro bem o Tomás e perceber se era exatamente aquilo que eu queria ao meu lado, antes de tornar a relação pública.
– Calculo que o carinho que o Tomás sente pelo Francisco tenha sido preponderante...
– Como é óbvio. Só poderia estar com alguém que adorasse o meu filho. Caso contrário, nem sequer faria sentido. O meu filho vai estar sempre à frente de tudo, de qualquer homem ou namorado. Ou a pessoa que vem adora e abraça o pacote todo e estamos bem, ou não faz sentido.
– Há quem não esteja preparado para isso tudo...
– Não foi o caso. As mentalidades mudaram e hoje uma mãe que consiga cuidar de um filho, abraçar outros desafios e conjugar tudo só mostra

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras