Nas Bancas

Brad Pitt e Leonardo Dicaprio dois galãs na mira das câmaras em Cannes

Os dois atores protagonizam o novo filme de Quentin Tarantino, que foram a Cannes promover. Foi um dos pontos altos do desfile de estrelas no festival de cinema.

Ana Oliveira
13 de junho de 2019, 13:20

Assim, de repente, é difícil imaginar melhor combinação de galãs de Hollywood. E é com alguma incredulidade que se constata que Quentin Tarantino é o primeiro realizador a juntar Brad Pitt, de 55 anos, e Leonardo DiCaprio, de 44, no mesmo filme (se descontarmos uma curta-metragem de Scorsese feita em 2015, The Audition, na qual DiCaprio é um dos protagonistas e Pitt faz uma breve participação). Mas este novo Era Uma Vez... em Hollywood fica mesmo para a história como sendo o primeiro filme que os junta num cartaz. E que os levou a percorrer lado a lado a passadeira vermelha de Cannes, num momento particularmente apelativo para fotógrafos e operadores de câmara.
Nas entrevistas que têm dado a propósito do filme, ambos coincidem na opinião de que foi extremamente fácil trabalharem juntos, já que têm muitas referências em comum. Era Uma Vez... em Hollywood passa-se em Los Angeles, em 1969, ano em que Charles Manson e a sua seita assassinaram Sharon Tate (aqui interpretada por Margot Robbie), mulher do realizador Roman Polanski. DiCaprio, um ator de televisão inseguro à procura da sua oportunidade, é vizinho do casal, e Brad Pitt o seu duplo. O filme tem recebido críticas muito favoráveis, mas com este elenco dificilmente precisaria delas para se tornar um sucesso de bilheteira.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras