Nas Bancas

Feira internacional de arte reúne dezenas de personalidades à beira-Tejo

Acompanhado pela mulher, António Costa presidiu à inauguração da 4.ª edição da ARCOlisboa.

Joana Carreira
2 de junho de 2019, 21:30

Nascida em Madrid, a ARCO – Feira Internacional de Arte Contemporânea voltou a instalar-se de armas e bagagens em Lisboa durante quatro dias, naquela que foi a quarta edição do certame na capital portuguesa. E a Cordoaria Nacional, em plena zona ribeirinha, foi novamente o local escolhido para acolher as 71 galerias participantes, provenientes de 17 países.
Inúmeras personalidades de várias áreas da sociedade portuguesa marcaram presença na inauguração, a 15 de maio, e elogiaram a iniciativa, que já é uma referência cultural para a cidade de Lisboa. “É um momento particularmente importante para estreitar as relações entre Portugal e Espanha, mas, sobretudo, para contribuir para a internacionalização da arte contemporânea destes dois países. Já é um evento que marca a agenda cultural da cidade e do país”, afirmou o primeiro-ministro, António Costa.
Ciente do contributo que a ARCOlisboa tem para a projeção da capital portuguesa no mundo, Fernando Medina mostrou-se feliz com o sucesso alcançado. “Parece que já vamos na 10.ª edição, tão natural é este encontro anual, já faz parte das nossas vidas. Hoje, a ARCOlisboa tem um espaço próprio, diferente e autónomo para a afirmação de artistas e galeristas portugueses. Nesta edição, temos a forma mais identificada da nossa particularidade, que é a ligação com África. A feira cumpriu bem aquilo que nós queríamos, a projeção de uma cidade moderna, aberta, global e cosmopolita”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Lisboa.
Fã de artes em geral, Ricardo Pereira estava entusiasmado com a visita ao certame. “Deixa-me muito feliz poder conhecer arte diferente. Sou um artista, portanto faz sentido que goste de arte contemporânea. Acho que também melhorei o meu conhecimento devido ao trabalho do pai da minha mulher, leiloeiro e homem das artes antigas e modernas”, justificou o ator.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras