Nas Bancas

Cristina Ferreira: “Estando sozinha, posso fazer tudo à minha maneira”

A apresentadora da SIC foi novamente considerada uma das mulheres mais influentes de Portugal.

Marta Mesquita
1 de junho de 2019, 12:09

em grandes surpresas, Cristina Ferreira volta a estar entre As Mulheres mais Influentes de Portugal, uma distinção atribuída pelo site Executiva. Momentos antes de receber o seu prémio, a apresentadora da SIC partilhou a responsabilidade que sente por chegar todos os dias a tantas pessoas: “Fui tentando negar isso e dizia que nem em casa tinha influência, porque o meu filho não fazia tudo aquilo que eu queria. Mas estou num ponto em que não posso negar a minha influência. Todos os dias me fazem sentir que sou influente. Cada coisa que faço pode ter implicações no outro e pode ser visto como um exemplo. Com esta mudança para a SIC recebi muitas mensagens de pessoas que me disseram que lhes dei força para fazerem o que nunca tiveram coragem de fazer. E isso, às vezes, assusta-me, porque as mudanças nem sempre correm bem. Por isso sinto uma responsabilidade tremenda por ser uma pessoa influente.”
Na ocasião, Cristina garantiu que o facto de ter passado a apresentar sozinha um programa diário aumentou ainda mais essa responsabilidade. Contudo, a apresentadora sente-se muito realizada por estar ao leme deste “barco”, como assegurou: “Faço a televisão que sempre quis fazer. Sei que agora, estando sozinha, posso fazer tudo à minha maneira, e é isso que faz a diferença. Estive muitos anos com o Manel [Luís Goucha] e o jogo entre nós foi sempre muito bem feito, mas tinha de me sujeitar também àquilo que ele queria. Não estava dentro da sua cabeça. Entro todos os dias às 7h e saio quase às 19h, porque é preciso construir tudo ao milímetro. Lancei este projeto, agora tenho de aguentar o barco. O que estou a fazer tem superado todas as minhas expectativas.”
Neste final de tarde, a boa forma da apresentadora também deu nas vistas. “Dentro das minhas possibilidades, tenho ido ao ginásio e feito as minhas caminhadas. E em setembro quero chegar aos Globos de Ouro toda fit e gira, porque é de facto a grande gala do país, sobretudo com os novos prémios que se vão entregar este ano e que permitem que pessoas da minha área sejam distinguidas. E isso é muito emocionante”, explicou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras