Nas Bancas

Mariana Rebelo de Sousa e Bernardo Teixeira Motta rendidos à filha, Amélia

Depois de vários anos a trabalhar nos Emirados Árabes Unidos, a neta de Rosa Lobato de Faria está de regresso a Portugal.

Marta Mesquita
18 de maio de 2019, 13:30

Pouco depois do seu casamento, em fevereiro de 2013, Mariana Rebelo de Sousa e Bernardo Teixeira Motta foram viver para Abu Dhabi, seguindo depois para o Dubai, onde ficaram seis anos. E se começaram por ser apenas dois a abraçar esta aventura nos Emirados Árabes Unidos, em maio de 2016 passaram a ser três, com o nascimento da filha, Amélia. Apesar de ter adorado esta experiência além-fronteiras, a filha de Bi e Pedro Rebelo de Sousa contou que está de regresso a Portugal: “Apareceu um ótimo projeto profissional e a isso juntam-se as saudades que sentimos da família. A Amélia é neta única e achámos que seria bom ela estar mais perto dos avós. Os meus pais ficaram felicíssimos. Foram seis anos fantásticos. Venho uma mulher diferente. Lá, lidava com pessoas de mais de 60 nacionalidades. Fizemos amigos oriundos de todo o mundo. Mas agora também é bom voltar para junto das pessoas que sempre foram a nossa referência.”
Na manhã em que Mariana e restantes familiares assistiram à inauguração de um mural de homenagem à sua avó materna, Rosa Lobato de Faria, a pequena Amélia, de quase três anos, captou todas as atenções. De colo em colo, distribuiu sorrisos e amêndoas pelos presentes, mostrando-se à vontade no seu papel de anfitriã de palmo e meio. “A nossa filha tem muita personalidade. Fala árabe, inglês, tagalo, que é o filipino, e português. Como cresceu no meio de culturas tão diferentes, não estranha nenhum ambiente”, partilhou a mãe, orgulhosa.
Apesar de ver na filha uma cidadã do mundo, a neta de Rosa Lobato de Faria assegurou que também tem transmitido a Amélia a importância das raízes familiares, fazendo questão de lhe contar quem era a bisavó Rosinha: “Agora que sou mãe, ver a obra da minha avó ser perpetuada e transmitida às novas gerações ainda me aquece mais o coração. Todas as homenagens que lhe possamos fazer são motivo de alegria. Lemos muito e mantemos rotinas que preenchiam muito a minha avó e a Amélia absorve tudo isso.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras