Nas Bancas

GettyImages-1045056150.jpg

Rihanna: a primeira mulher negra a triunfar no universo da moda de luxo

Aos 31 anos, a cantora faz história.

CARAS
14 de maio de 2019, 16:24

Rihanna parece estar cada vez mais afastada da música e focada no universo da moda e no seu papel de influencer e empresária. A cantora dos Barbados, com apenas 31 anos, tornou-se agora a primeira mulher negra num império do luxo, ao assinar um acordo com a LVMH para dirigir a Fenty, a marca que ela própria criou.

A Fenty já lançou cosméticos, moda e lingerie e deu um passo histórico quando a LVMH, o grupo de maior luxo do mundo – que detém marcas como a Givenchy, Loewe ou Dior - anunciou que tinha comprado não só a marca, mas também que os primeiros produtos fabricados já sob o seu domínio estavam prestes a chegar às lojas.

O facto transforma Rihanna na primeira mulher negra a liderar uma empresa dentro da LVMH – na verdade, a primeira mulher negra a ser presidente de uma empresa na indústria da moda de luxo -, mas mostra também uma diferença na forma de comunicação tradicional da LVMH, dado que a Fenty assenta essencialmente na promoção através das redes sociais, onde a cantora e criadora é uma influencer de peso.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras