Nas Bancas

Miguel-Angelo-11-04-19-PJF-.jpg

Paulo Jorge Figueiredo

Cláudia vieira assume as dificuldades de educar uma criança nos dias de hoje

A atriz esteve na inauguração da exposição “Raw.Spective” e falou da sua relação com a filha, Maria, de nove anos, contando como se preocupa com o seu crescimento e tenta guiar o seu caminho.

Andreia Cardinali
28 de abril de 2019, 10:02

Cláudia Vieira, de 40 anos, é mãe de Maria, de nove, fruto da sua relação com Pedro Teixeira, e, apesar de tentar constantemente passar à filha a mesma educação que recebeu, assume que nem sempre consegue, até porque os tempos são outros e trazem desafios diferentes. “A Maria está a ser educada de uma forma completamente diferente daquela que eu fui. Por mais que eu lhe queira passar os mesmos valores e os mesmos princípios, a minha realidade foi diferente, o tempo é outro e o contexto dela também. Era tão saudável que eu pudesse dizer à minha filha: ‘Tens nove anos, a partir de agora começas a ir sozinha para a escola.’ Só que os tempos são outros. Claro que há coisas mínimas que tento fazer, mas que são provas de confiança, para a sujeitar a estar sozinha, a ser mais independente. Ela vai, por exemplo, à garagem de elevador, mas já me pediu para ir passear o Yoshi e a Kaya. Eu deixei-a, mas fui atrás dela sempre a controlar. Hoje em dia é muito difícil fazer o equilíbrio entre a liberdade que lhes queremos dar, que eles podem ter, e a que querem ter. É uma angústia constante, mas temos de nos adaptar aos novos tempos”, desabafou a atriz, com quem conversámos na inauguração da exposição de Miguel Ângelo, no Centro Cultural de Cascais.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras