Nas Bancas

Filha de Diana Pereira, Mel, abriu o “conto de fadas” de Micaela Oliveira

Para além de Mel, filha de Diana Pereira e do piloto de automóveis Tiago Monteiro, Micaela Oliveira convidou as filhas dos jogadores de futebol Salvio, Fábio Coentrão e Pepe e ainda as do treinador André Villas-Boas para desfilarem no Portugal Fashion.

Cristiana Rodrigues
31 de março de 2019, 12:03

As luzes acenderam-se e Mel, de dez anos, filha de Diana Pereira e do piloto Tiago Monteiro, surgiu a abrir o desfile de Micaela Oliveira. Logo a seguir, entrou Diana. As duas, vestidas de igual, arrancaram a primeira salva de palmas da plateia. A CARAS deu também a palavra à filha da modelo, que nos confessou: “Gosto de desfilar, mas não quero fazer disto a minha vida.” Mel adiantou ainda que, embora estivesse um pouco nervosa, sabia que “iria correr bem”.
A mulher e a filha do jogador do Benfica Salvio, Magali Aravena e Chloé, de três anos, também desfilaram vestidas de igual. A primeira, ex-manequim, fê-lo com segurança, e a segunda esteve muito compenetrada. Orgulhoso das duas, o futebolista confessou: “Estou muito feliz por estar aqui a apoiá-las.”
O mesmo não puderam fazer o jogador do Rio Ave Fábio Coentrão, que no dia seguinte jogava contra o Nacional da Madeira, e Pepe, que à mesma hora do desfile jogava pelo FC Porto contra o Marítimo, no Estádio do Dragão. Mas a representá-los na plateia e a apoiar as filhas estiveram as suas mulheres, Andreia Santos e Ana Sofia Moreira, respetivamente. As duas mostraram-se emocionadas quando viram as suas “princesas” pisar a passerelle. “Foi a primeira vez que a Vitória fez isto. Ela tem oito anos e estava muito entusiasmada. Eu é que estava mais ansiosa”, contou-nos Andreia. Igualmente ansiosa, Ana Sofia disse-nos que, acima de tudo, gostaria que as duas filhas, Angeli, de seis anos, e Emily, de quatro, se divertissem.
E as “estrelas” não se ficaram por aqui. As duas filhas de Joana e André Villas-Boas, Benedita, de nove anos, e Carolina, de oito, também foram modelos por um dia. À CARAS, a mulher do treinador de futebol confessou-nos como surgiu esta oportunidade: “É uma experiência única para elas, principalmente porque se vão divertir e gozar o momento. Quando surgiu o convite, elas acharam o máximo. Eu disse-lhes que teríamos de perguntar ao pai, porque nestas coisas ele põe um bocadinho de travão, mas a pressão que elas fizeram foi tal que ele não se opôs.”
No final, Micaela não escondeu o orgulho nas modelos de palmo e meio: “Elas foram extraordinárias e estou muito feliz por ter concretizado o sonho delas de serem princesas por um dia.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras