Nas Bancas

Ao lado da família, Bruno de Carvalho mostra o seu lado mais vulnerável

Juntamente com Luís Aguilar, o antigo presidente leonino escreveu o livro “Sem Filtro – As Histórias dos Bastidores da Minha Presidência”, no qual revela episódios nunca antes contados.

Marta Mesquita
4 de março de 2019, 08:32

No El Corte Inglés, perante um auditório cheio, Bruno de Carvalho apresentou o seu livro Sem Filtro – As Histórias dos Bastidores da Minha Presidência, que escreveu com Luís Aguilar. Com os pais, Ana e Rui, a irmã, Alexandra, e a filha mais velha, Catarina, de 15 anos, na primeira fila, o antigo líder do Sporting não conteve as lágrimas ao ouvir as mensagens de apoio que os admiradores lhe dirigiam da plateia. Entusiasmado com este livro, Bruno garantiu que depois de tudo o que passou – recorde-se que chegou a passar alguns dias na prisão e foi presente a tribunal por causa das agressões que os jogadores sofreram em Alcochete – ficou mais próximo daqueles que ama: “Quero agradecer à minha família. Desculpem por estes cinco anos e meio. Vou continuar a dar-vos o carinho e amor que não vos dei. A curto e médio prazos não penso em voltar ao Sporting Clube de Portugal. No longo prazo, aprendi que não se deve dizer nunca.”
Divorciado de Joana Ornelas, Bruno de Carvalho continua sem conseguir ver a filha Leonor, de dez meses, como contou a sua irmã, Alexandra: “Não a vê há quase cinco meses, porque a mãe não deixa. Há um acordo assinado e, cada vez que chega o dia da visita, vamos lá, tentamos vê-la, mas não conseguimos. Está a ser muito difícil para o meu irmão.”
O ex-presidente do Sporting é ainda pai de Diana, de quatro anos, que vê regularmente.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras