Nas Bancas

GettyImages-479553948.jpg

Chris Jackson

Ama dos filhos dos duques de Cambridge 'baniu' uma palavra do palácio

Formada numa instituição de elite, Maria Borrallo segue algumas regras à risca.

CARAS
6 de fevereiro de 2019, 10:32

Apesar de serem bastante participativos nas vidas dos três filhos, William e Kate têm alguma ajuda para cuidar de George, 5, Charlotte, 3, e Louis, 9 meses.

Maria Borrallo tem um papel primordial na família. A mulher na casa dos 40, natural de Palência, Espanha, começou a trabalhar para os duques de Cambridge quando o seu primogénito tinha apenas oito meses e teve formação numa prestigiada instituição que treina as melhores profissionais do Reino Unido nesta área: Noreland College fica na cidade de Bath e é conhecida em todo o mundo pela formação excecional que oferece a potenciais cuidadoras infantis. O curso desta instituição com mais de 125 anos de história dura três anos, e as alunas usam um famoso uniforme castanho.

De acordo com a filosofia de Noreland College, a vida ao ar livre é essencial na educação dos mais pequenos e por isso mesmo Borrallo tem o costume de levar as crianças a brincar no lago Round Pond, em Kensington, que fica bastante perto do Palácio. Foi essa mesma formação que faz com que a palavra 'garoto' [kid] não faça parte do vocabulário permitido pela ama. De acordo com o que uma especialista da Borland, Louise Heren, explicou ao Mirror Online: "A palavra garoto é banida. É uma marca de respeito pelas crianças como indivíduos ". Os jovens da realeza podem ser referidos pelos seus nomes ou por "filhos".

Saiba mais sobre Maria Borallo e Noreland College no vídeo, acima.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras