Nas Bancas

A impressionante decadência de Heather Locklear

A atriz sofre de sérios transtornos psicológicos.

CARAS
22 de novembro de 2018, 12:09

No passado domingo, dia 18 de novembro, Heather Locklear, de 56 anos, voltou a protagonizar um episódio menos feliz, na sequência de uma crise nervosa que a levou a agredir o companheiro e a colocá-lo fora de casa. A atriz, que sofre de transtornos psicológicos há mais de uma década, foi internada à força. Recorde o início deste percurso "amargo".

Um ano após o divórcio do guitarrista Richie Sambora, a atriz começou a sofrer de depressão e ansiedade, algo que terá levado a que a sua psiquiatra chamasse médicos à sua casa, porque temia que se tivesse tentado suicidar. Este episódio, em março de 2008, acabou por não passar de um falso alarme.

Três meses depois, Heather entrou, por vontade própria, num centro de reabilitação para curar a depressão. Após um mês, e com o programa completo com êxito, deixava a clínica ao lado da filha Ava, de dez anos. Contudo, em setembro, na altura em que celebrava os seus 46 anos, Locklear foi presa durante umas horas na Califórnia, após conduzir sob o efeito de medicamentos que necessitavam de receita médica.

Em abril de 2010, foi protagonista de um episódio de hit and run, que a levou novamente à esquadra. Alegadamente, a atriz terá derrubado uma placa de “não estacionar” com o carro, mas a falta de provas em como seria Heather ao volante naquele momento fez com que não sofresse consequências.

O final do ano de 2011, a atriz terá agredido fisicamente o companheiro da altura, o ator Jack Wagner, que reagiu às agressões de igual forma. Um mês depois, misturou medicamentos com álcool, e a sua irmã chamou os serviços de emergência por esta se encontrar “fora de controlo”.

Já em 2017, regressou à reabilitação, após alguns anos fora dos holofotes, devido à ansiedade e depressão. Em fevereiro de 2018, mostrou ainda não estar curada, ao protagonizar mais um episódio de violência doméstica e posterior agressão a forças de segurança. A filha assistiu ao incidente e confirmou que a mãe tinha estado a beber álcool antes.

Quatro meses depois, em junho, protagonizou vários episódios dramáticos: uma feia discussão pública com o companheiro da altura, Heisser, uma ameaça de suicídio em frente à mãe, que fez com que fosse novamente submetida a uma avaliação psiquiátrica, um acidente de carro e violência contra os polícias, após abandonar um plano de desintoxicação e ter comprado uma garrafa de tequila, e, por fim, uma sobredose de medicamentos que a levou ao hospital.

Finalmente, no passado dia 18 de novembro, foi, alegadamente, e mais uma vez, protagonista de um caso de violência doméstica – embora o negue – e encontra-se atualmente em isolamento psiquiátrico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras