Nas Bancas

Morreu Kofi Annan

O ex-secretário geral da ONU tinha 80 anos.

CARAS
18 de agosto de 2018, 14:10

Kofi Annan morrer este sábado, dia 18, aos 80 anos, num hospital de Berna, na Suíca. Secretário-geral da ONU por dois mandatos, entre entre 1997 e 2006, foi o primeiro africano a ocupar este prestigiado cargo.

A Fundação Kofi Annan, que confirmou a notícia da morte, descreve-o como "estadista global" que lutou sempre pela justiça e paz. "Onde quer que existisse sofrimento ou privações, ele chegou às pessoas com a sua profunda compaixão e empatia. Colocou os outros primeiro de forma altruísta, emanando genuína amabilidade, calor e brilhantismo em tudo o que fez", lê-se no comunicado feito após o anúncio da sua morte.

Kofi Annan foi responsável pelas Missões de Paz em situações críticas, tal como aconteceu com o o processo de independência de Timor Leste genocídio do Ruanda, a Guerra dos Balcãs. Após deixar funções, foi enviado especial da ONU à Síria, com o objetivo e ajudar na resolução do conflito.

Em 2001 recebeu o Prémio Nobel da Paz pelo trabalho humanitário realizado ao serviço da ONU e pela criação do Fundo de Luta contra a SIDA, Tuberculose e Malária.

"Kofi Annan era, de muitas formas, as Nações Unidas", pronunciou-se António Guterres, o atual secretário-geral da ONU.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras