Nas Bancas

Casey Affleck

Casey Affleck

Chris Jackson

Casey Affleck pede desculpa após acusações de assédio sexual

Duas mulheres acusaram o ator de comportamento inapropriado durante a gravação de um filme.

CARAS
10 de agosto de 2018, 13:00

Em 2010, o projeto I'm Still Here, dirigido por Casey Affleck, hoje com 42 anos, foi lançado. As críticas negativas não tardaram em chegar, ao mesmo tempo que o ator era acusado de assédio sexual por parte de duas mulheres envolvidas na produção do filme.

Magdalena Gorka terá afirmado que Affleck se juntou a ela na cama enquanto esta dormia, e a abraçou. Amanda White, produtora, disse que Casey lhe terá tocado de forma íntima contra a sua vontade. Naquela altura, o diretor do filme, que era casado com uma das irmãs do protagonista, Joaquin Phoenix, terá negado todas as acusações.

Agora, oito anos depois, pede desculpa. Em entrevista à Associated Press, disse, "Eu comportei-me de uma maneira que permitiu que outros se comportassem de uma maneira que foi muito pouco profissional. E peço desculpa".

O ator acrescentou ainda, "O facto de eu ter estado envolvido num conflito que resultou num processo civil é algo de que me arrependo. Gostaria de ter encontrado uma maneira de resolver as coisas de forma diferente. Odeio que tal tenha acontecido. Nunca tinha tido quaisquer queixas como aquela a ser feitas em relação a mim na minha vida e foi muito humilhante, não sabia o que fazer e não concordava com tudo o que estava a ser descrito e com as coisas que diziam sobre mim", referindo posteriormente que acabaram por chegar a um consenso e seguiram com as suas vidas, deixando o sucedido no passado e respeitando a privacidade de cada um.

Entretanto, o Affleck diz ter tido tempo para refletir, "Mudei o meu ponto de vista de algo defensivo para um mais maduro, ao tentar encontrar a minha culpabilidade. E quando o fiz descobri que havia muito a aprender. Eu era o patrão. Era um dos produtores no set. Era um filme muito pouco convencional. O elenco era a equipa técnica e a equipa técnica meio que era o elenco, e era um ambiente era muito pouco profissional. E sendo um dos produtores, tinha a responsabilidade de acabar com a desordem. Foi um erro. Contribuí para tal ambiente e tolerei esse comportamento dos outros". O ator referiu ainda que, na altura, não se imaginava como o "patrão" e que se arrepende de ter permitido a falta de profissionalismo no set.

Casey finalizou, "Eu tenho dois rapazes, por isso quero viver num mundo no qual os homens demonstrem compaixão e decência, bem como arrependimento quando a situação o exige. E digo-lhes para assumirem os erros que cometem".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras