Nas Bancas

Cascais acolhe jantar de gala dedicada ao cavalo lusitano

O XXX Festival Internacional do Cavalo Lusitano reuniu relevantes da arte equestre.

Vanessa Bento
28 de julho de 2018, 11:37

O Festival Internacional do Cavalo Lusitano é já uma tradição incontornável para os criadores e amantes de cavalos, que este ano se reuniram no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais. “Este ano, este festival tem um simbolismo particular para mim. Sempre considerei que o cavalo Lusitano deveria ter a sua sede aqui, no Manuel Possolo. Já tínhamos feito as galas aqui, mas não estas apresentações. E tem sido um sucesso. A verdade é que se começa a consolidar o facto de termos aqui esta grande celebração deste grande património que é o cavalo Lusitano, e para Cascais é uma grande honra podermos ser palco de eventos com tamanha qualidade”, reconheceu Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, durante o Jantar da Gala Equestre. Manuel Veiga, da Coudelaria Veiga, um dos mais antigos criadores de cavalos do nosso país, partilha da opinião do autarca e assumiu: “Como criador de cavalos com alguma antiguidade, é importante marcar presença nestes eventos, sendo este um dos mais importantes que se faz da raça Lusitana. Ainda por cima neste sítio tão bonito, numa terra igualmente bonita como Cascais, onde sou sempre tão bem recebido.”

O jantar decorreu num ambiente descontraído, revelando-se um encontro de amigos. “Venho todos os anos, para mim é um regresso às minhas origens e sabe-me muito bem estar aqui, rodeada de gente discreta e muito boa”, rematou Isabel Palmela.

Fotos: Paulo Jorge Figueiredo

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras