Nas Bancas

1.jpg

As palavras de despedida de Cristiano Ronaldo do Real Madrid

O jogador acabou de assinar pela Juventus.

CARAS
10 de julho de 2018, 18:11

Cristiano Ronaldo está de saída do Real Madrid e de malas feitas para Juventus, mas antes quis deixar algumas palavras de agradecimento na hora de despedir-se e foi o próprio clube que o trespassou que deu a conhecer esse mesmo texto.

No comunicado oficial, partilhado na conta de Instagram do clube, o jogador português afirma que "estes foram, possivelmente, os anos mais felizes da sua vida. Só tenho sentimentos de enorme agradecimento para com este clube, para estes adeptos e para esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo carinho e afeto que recebi. Contudo, creio que chegou o momento de iniciar uma nova etapa da minha etapa e por isso pedi desculpa ao clube que aceitou trespassar-me. Lamento e peço a todos, e particularmente aos nossos seguidores, que me compreendam. Foram nove anos absolutamente maravilhosos. Nove anos únicos. Foi um tempo emocionante, pleno de consideração ainda que duro porque o Real Madrid é de uma grande exigência, mas sei muito bem que não poderei esquecer jamais que aqui desfrutei do futebol de uma maneira única".

No mesmo texto pode ainda ler-se um elogio aos colegas de equipa, que acredita serem fabulosos, e graças a quem diz ter sido "um calor e uma afição incríveis e juntos conquistámos três Ligas dos Campeões seguidas e quatro Ligas dos Campeões em cinco anos". A nível individual recorda ainda que venceu "quatro Bolas de Ouro e cinco Botas de Ouro".

Acredita que o clube que agora deixa conquistou o seu coração e o da sua família e por isso deixa um agradecimento ao Real Madrid, ao presidente, corpo dirigente, aos colegas, a todos os técnicos, aos médicos, aos fisioterapeutas e "aos trabalhadores incríveis que fazem com que tudo funcione", indo ao detalhe de forma incansável.

O agradecimento delongado estende-se ainda a quem segue de perto o clube e ao futebol espanhol, reconhecendo que ao longo "destes nove anos apaixonantes enfrentei grandiosíssimos jogadores". Para o futuro garante levar "a camisola, o escudo e o [estádio] Santiago Bernabéu senti-los-ei sempre como algo meu independentemente de onde estiver. Obrigada a todos e, é claro, como disse da primeira vez no nosso estádio há nove anos: ¡Hala Madrid!".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras