Nas Bancas

Os efeitos do casaco polémico usado por Melania Trump

A peça que a mulher de Donald Trump usou foi alvo de críticas e as consequências já se fazem sentir.

CARAS
5 de julho de 2018, 09:35

Melania Trump, de 48 anos, fez correr muita tinta, após usar um polémico casaco durante uma visita a centros de detenção de crianças separadas dos pais no Texas na sequência das políticas de tolerância zero, relativas à imigração ilegal nos EUA.

Vários famosos reagiram à situação, mostrando o seu desagrado, tendo em conta que a criação assinada pela Zara continha a frase "Não quero mesmo saber. E tu?". Agora, as marcas Wildfang e Pop City também agiram em conformidade, ao lançarem peças com mensagens opostas - "Eu quero mesmo saber. Tu não?", pode ler-se no casaco lançado pela primeira.

Mais de 200 mil euros foi a quantia conseguida pela Wildfang, e que reverteu quase na totalidade para a organização RAICES, relacionada com a legalização de imigrantes e refugiados. A Pop City, por sua vez, conseguiu doar cerca de 15 mil euros aos serviços católicos de imigrantes e refugiados americanos graças às vendas de camisolas e sacos que lançaram com mensagens semelhantes.

A atriz Jenna Ortega, por exemplo, foi mais longe e decidiu personalizar um casaco com a frase "Eu quero saber e tu também devias querer", partilhando uma imagem deste no Instagram, e dedicando-o à mulher de Trump, na legenda da fotografia.

A cereja no topo do bolo é mesmo o facto de, após a polémica peça ter esgotado em todas as lojas Zara, agora está à venda no eBay por cerca de mil euros. É o chamado efeito Melania.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras