Nas Bancas

Empresários apresentam projeto criativo durante um final de tarde à beira-rio

O Porto de Lisboa recebeu uma nova vida.

Marta Mesquita
1 de julho de 2018, 11:00

Os empresários Filipe de Botton, João Raimundo, Miguel Rodrigues e Gustavo Brito uniram esforços e criaram o LACS Conde d'Óbidos, um cluster criativo que trouxe uma nova vida aos antigos balneários dos trabalhadores do Porto de Lisboa. Este projeto tem como objetivo ser um polo agregador de várias indústrias criativas, promovendo o coworking e uma interação permanente com a sociedade, como explicou João Raimundo na inauguração deste espaço: “Este cluster criativo é um ecossistema que não vive isolado, vive para o exterior. É um espaço aberto, para que a arte possa ser vista, estimulando um diálogo entre o interior e o exterior.”


Quem ficou rendido a esta ideia inovadora foi o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral. “É um projeto único, diferente e muito interessante. Grande parte da inovação faz-se nestes espaços criativos e colaborativos. Este cluster é um ponto de encontro e de cruzamento”, evidenciou o ministro no seu discurso.
Depois de descerrarem a placa de inauguração, os empresários e os seus convidados deixaram as formalidades de lado e foram celebrar para o rooftop do edifício, onde desfrutaram de uma vista única para o Porto de Lisboa.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras