Nas Bancas

0.jpg

Tribunal Europeu dá razão a Carlos Cruz

Em causa estão os direitos de defesa do antigo apresentador de televisão no processo Casa Pia.

CARAS
26 de junho de 2018, 11:52

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem deu razão a Carlos Cruz no processo Casa Pia, esta terça-feira, 26 de junho. Aquela instância, cuja sede está localizada em Estrasburgo, defende que o Estado português violou os direitos de defesa do acusado ao ter impedido a apresentação de novas provas. Quatro dos sete juízes estão de acordo com a queixa apresentada por Carlos Cruz.

Contudo, este é o único ponto em que lhe é dada razão, já que aquele tribunal acredita que tanto o antigo apresentador de televisão como Ferreira Diniz, Jorge Ritto ou Manuel Abrantes tiveram um julgamento justo.

Recorde-se que o pai de Marta Cruz tentou entregar provas da sua inocência três vezes, o que lhe foi negado. Apesar de reconhecido o prejuízo, o Tribunal Europeu defendeu que isto não terá afetado o curso total do julgamento. Permanece negado ainda o direito a indeminização que Cruz advoga como sendo seu por direito.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras