Nas Bancas

Ricky Martin e Jwan Yosef

Ricky Martin e Jwan Yosef

Jeff Kravitz

Ricky Martin gostava que os filhos fossem 'gays'

E explica o motivo.

CARAS
14 de junho de 2018, 12:38

Ricky Martin foi ao programa Popcorn with Peter Travers falar sobre o filme American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace, que irá interpretar o papel do de António D’Amico, o namorado do estilista falecido, e a conversa parece ter ido um pouco mais além.

O cantor falou abertamente sobre a sua sexualidade, numa mensagem de esperança para todos aqueles que pretendem assumir a sua verdadeira identidade sexual e não o conseguem fazer por impedimento de terceiros, nomeadamente a família. “Vai ficar tudo bem. Sejam vocês mesmos e amem-se”, defendeu.

E chegou a afirmar que “gostaria que os meus filhos fossem gays”. E explica o motivo: “Oiça, vamos pôr as coisas desta forma. Os meus filhos são demasiado novos, mas gostava que eles fossem gays. É algo especial. A sensibilidade, é a forma como eu vejo as coisas agora que não tenho de esconder nada. Eu consigo ver cores. E depois o arco-irís. Percebo porque é que é o arco-irís é o símbolo porque é tão real, tudo é tangível. Faz de mim uma pessoa mais forte. Gostava de poder assumir novamente porque me senti incrível”.

Ricky Martin é casado com o artista sueco de origem síria Jwan Yosef. O casal tem dois filhos, os gémeos Mateo e Valentino, de nove anos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras