Nas Bancas

James Caan: "Deus criou o homem e a mulher para que se sentissem atraídos mutuamente"

O ator reagiu desta forma às acusações feitas a Morgan Freeman.

CARAS
27 de maio de 2018, 15:45

Um vídeo divulgado pelo site TMZ mostra James Caan, o famoso ator do filme O Padrinho, de 78 anos, a comentar brevemente as acusações de assédio sexual contra Morgan Freeman.

"Ele é um bom homem", começa por dizer Caan, quando o jornalista lhe toca no assunto, pedindo que comentasse as acusações. "O mundo está a torna-se um local estranho...acho que Deus criou o homem e a mulher para que se sentissem atraídos mutuamente", acabou por dizer, quando referido o facto de Freeman poder estar prestes a perder nomeações para prémios, graças ao recente escândalo.

O artista mostrou estar do lado de Morgan, acreditando que não terá cometido nenhum crime e que apenas agiu de acordo com aquilo que são os instintos humanos naturais. "Não pus em causa a segurança no ambiente de trabalho. Não assediei mulheres. Não ofereci emprego ou promoções em troca de sexo. Qualquer informação de que o tenha feito é completamente falsa", chegou a dizer o ator, em comunicado, apesar de, independentemente disso, pedir desculpa pelo facto de o seu comportamento poder ter sido mal interpretado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras