Nas Bancas

Whitney Houston foi sexulamente abusada pela prima

A revelação foi feita num documentário sobre a vida da cantora.

CARAS
18 de maio de 2018, 14:19

O novo documentário Whitney, que conta a vida de Whitney Houston estreou esta quarta-feira, dia 16 de maio, no Festival de Cinema de Cannes e fez revelações bombásticas sobre a vida da falecida cantora.

O filme, que chegará ao grande ecrã no início de julho, inclui entrevistas com familiares e amigos próximos da cantora que fazem várias revelações, entre elas a de que Whitney foi abusada sexualmente em criança pela sua prima, a cantora Dee Dee Warwick.

O realizador de Whitney, Kevin Macdonald, contou à Indiewire que o meio-irmão da cantora, o ex-jogador da NBA, Gary Garland também teria sido abusado sexualmente na sua infância por Dee Dee e confirmou que a sua meia-irmã Whitney também.

Mas quem é Dee Dee Warwick?

A alegada agressora era sobrinha de Cissy Houston, a mãe de Whitney, e irmã mais nova da cantora Dionne Warwick. Apesar de ter alcançado algum sucesso como cantora de soul e gospel nos anos 60 e 70, Dee Dee nunca conseguiu alcançar o sucesso da sua irmã, e muito menos o da sua prima Whitney, considerada um ‘astro’ do meio musical. Dee Dee morreu em 2008, aos 63 anos, quatro anos antes da sua prima Whitney que morreu afogada numa banheira com um ataque cardíaco provavelmente provocado pelo consumo excessivo de drogas.

A versão final, chama-se “Whitney”

O filme realizado pelo escocês Kevin MacDonald é o segundo documentário sobre a vida de Whitney Houston lançado em menos de dois anos. O primeiro denominado de Whitney: Can I Be Me e foi realizado por Nick Broomfield em 2017, mas não contava com o apoio dos familiares da cantora, presentes no mais recente Whitney, que é assim descrito como a versão definitiva da vida da cantora.

O documentário conta ainda com declarações do ex-marido Bobby Brown, o primeiro agente e fundador da Arista Records, Clive Davis, assim como o ator Kevin Costner que contracenou com a cantora no filme O Guarda-Costas, em 1992.

O documentário chega às salas de cinema dos Estados Unidos e Reino Unido a 6 de julho, não sendo ainda conhecidas datas para Portugal. Veja o trailer:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras