Nas Bancas

2018-05-11_120727.jpg

Amal Clooney faz discurso emotivo na Universidade de Vanderbilt

A advogada apelou a "mais coragem" em todo o mundo, fazendo ainda referência aos ataques de Trump à imprensa.

CARAS
11 de maio de 2018, 15:45

Amal Clooney, de 40 anos, discursou, perante centenas de estudantes, na Universidade de Vanderbilt. Apelando à coragem dos jovens, contou algumas histórias de casos marcantes que acompanhou ao longo da sua carreira, como o de uma jornalista que foi presa após denunciar corrupção por parte do presidente do Azerbaijão.

"Há cem anos, havia poucas mulheres em Vanderbilt. Há 70 anos, não havia estudantes afro-americanos. Ainda há muito a fazer, mas graças às pessoas corajosas que a história conheceu, incluíndo estudantes desta universidade, temos hoje muitos direitos", disse.

A mulher de George CLooney acrescentou: "Num momento em que a comunidade LGBT de todos os continentes luta pela igualdade de direitos, precisamos de valor. Num momento em que há mais jornalistas nas prisões de todo o mundo do que alguma vez houve nas últimas três décadas, quando os meios de comunicação deste país estão a ser atacados pela Casa Branca, precisamos de coragem. E num momento em que os nossos políticos tentam fazer-nos confundir os termos 'refugiado' e 'terrorista', e nos fazem ter medo uns dos outros, precisamos de coragem".

Amal é licenciada em Direito pela Universidade de Oxford, e tirou mestrado na Escola de Direito de Nova Iorque, onde se especializou em Direitos Humanos.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras