Nas Bancas

Morreu o DJ Avicii aos 28 anos

As circunstâncias da morte ainda são desconhecidas e a família pede privacidade.

CARAS
20 de abril de 2018, 19:00

O artista, DJ e produtor Tim Bergling, conhecido no mundo do entretenimento como Avicii, morreu na tarde desta sexta-feira (20) em Omã, de acordo com um representante. Tinha 28 anos. "É com profundo pesar que anunciamos a perda de Tim Bergling, também conhecido como Avicii", lê-se no comunicado citado por vários meios de comunicação internacionais. "Ele foi encontrado morto em Muscat, Omã, nesta sexta-feira à tarde. A família está devastada e pedimos a todos que, por favor, respeitem a sua necessidade de privacidade nesta altura difícil. Não seão feitos mais comentários".

Avicii deixou de atuar ao vivo em 2016, quando era um dos DJs mais bem pagos do mundo, alegando motivos de saúde. O jovem sofreu de problemas de saúde durante vários anos, incluindo pancreatite aguda, em parte devido ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Em 2014, foi submetido a uma cirurgia para remover a vesícula e o apêndice.

Em 2017, a estrela partilhou o seguinte comunicado no seu site oficial: "Todos chegamos a um ponto das nossas vidas e carreiras em que percebemos aquilo que é mais importante. Para mim, é criar música. É para isso que vivo e aquilo que nasci para fazer. No ano passado, deixei de atuar ao vivo e muitos de vocês pensaram que ia ficar por aí. Mas o fim da vida nunca significou o fim de Avicii ou da minha música. Em vez disso, voltei ao lugar onde tudo fez sentido - o estúdio. A próxima fase será sobre o meu amor por fazer música para vocês. É o início de algo novo. Espero que desfrutem tanto quanto eu".

Avicii lançou algumas das músicas EDM mais populares do mundo como, por exemplo, 'Levels', 'Hey Brother' e 'Wake Me Up', um êxito estrondoso que contou com a colaboração de Aloe Blacc. Foi nomeado para dois Grammys para Melhor Música Dance em 2011 e 2012 pelos temas 'Levels' e 'Sunshine' - e tinha acabado de ser nomeado para um prémio Billboard na categoria de Melhor Álbum Dance/Eletrónico.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras