Nas Bancas

Quem paga o vestuário 'real' de Meghan Markle?

Desde que anunciou o compromisso com o príncipe Harry que a atriz norte-americana tem mostrado um sentido apurado para a moda.

CARAS
21 de março de 2018, 09:13

Meghan Markle, noiva de Harry, usa recorrentemente peças de estilistas, como o casaco branco, que vestiu no seu primeiro evento público ao lado da rainha, e que é da designer Amanda Wakeley, à venda por mil euros, ou o vestido Jasy Jason azul-marinho que usou ao lado de Harry e dos duques de Cambridge, num evento da Fundação Real, e que custou 1500 euros.

Mas, afinal, quem paga este guarda-roupa? De acordo com a imprensa inglesa, é Meghan quem paga as próprias roupas que usou nos compromissos 'reais', que já somam mais de 200 mil euros no total. O custo é da responsabilidade da noiva de Harry, porque ainda não pertence, de forma oficial, à família. Meghan tem uma fortuna de cerca de quatro milhões e 500 mil euros oriunda da carreira de atriz, tendo ganho cerca de 38 mil euros por episódio da série Suits.

De acordo com a revista People, a família real não está autorizada a aceitar roupas de borla. Por exemplo, Kate trabalha com assistentes, como Natasha Archer, que fazem a pesquisa das roupas dos designers, pedem para serem enviadas para a duquesa de Cambridge as ver e provar e, depois, enviam de volta aquelas peças que não vão ser usadas e pagam apenas que Kate eventualmente veste.

Após o casamento com Harry, o orçamento de vestuário de Meghan para eventos oficiais será coberto pelo dinheiro que o príncipe Carlos dá ao príncipe William, a Kate e a Harry, oriundo do seu rendimento do ducado de Cornwall, no valor de 22 milhões de euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras