Nas Bancas

Júlio Isidro emociona fãs com dedicatória ao pai

O apresentador dedicou um bonito texto ao seu "querido papá".

CARAS
19 de março de 2018, 11:33

Júlio Isidro, de 73 anos, antecipou o dia do pai, celebrado esta segunda-feira, 19, com uma dedicatória ao seu progenitor, intitulada A herança do meu pai. O texto foi publicado no dia 17, sábado, na sua página de Facebook.

O apresentado começa por dizer que ficou "rico" na altura em que o pai faleceu, há 30 anos. E que, todos os dias, continua a enriquecer com o seu legado. "A conta bancária, nem a conheci porque a família reserva uma enorme dignidade perante a perda de cada um dos nossos. O pudor não nos deixou partilhar os seus bens materiais, creio que poucos. Mas, os princípios e valores guardei-os todos para repartir com as minhas irmãs", escreveu.

Isidro aproveitou para, em seguida, partilhar o que aprendeu com "o menino José Sesinando Mantero da Silva Isidro do Carmo, nascido a 4 de Setembro de 1911". Fala de um "cofre cheio de respeito pelos outros, honestidade da palavra dada, cultura geral, português correcto e indiferente a acordos mais ou menos ortográficos, sensibilidade musical, visão crítica em relação a todos os poderes e um razoável sentido de humor".

Fala também dos conhecimentos da história, do amor ao Sporting Clube de Portugal, de latim, de grego, de bilhar e desporto no geral, assim como da bonita escrita e do caráter cuidadoso do pai ao volante, "levávamos doze horas a fazer Lisboa /Figueira da Foz no nosso Renault Juwa".

"Certo que nunca quis nada com o regime, tinha livros proibidos em casa, falava baixinho com amigos sobre coisas que ninguém podia saber e, por isso, era pouco promovido na Companhia. Acho que tinham receio de ter um director que escrevia melhor que toda a administração", acrescentou o apresentador.

E como, tal como qualquer outro dia, o do Pai é quando quisermos, Júlio aproveita para referir que pensa no seu muitos dias ao ano, "talvez porque se aproxima a hora do reencontro".

"Obrigado pela sua riquíssima herança bem diferente de outras que tantos filhos disputam ainda com os pais de coração a bater. Cá em casa não , graças a Deus. Elas sabem que estão a receber a herança comigo presente. Obrigado meu querido papá", finaliza o apresentador, que juntou ao texto duas imagens do pai, bastante antigas.

Hoje, dia 19 de março, relembrou, também na sua página de Facebook, as fotografias e o texto que partlhou há dois anos, junto às filhas. "Sou o segundo melhor pai do mundo porque o primeiro era...o meu!", pode ler-se no final.

O apresentador é pai de três meninas, Inês, Francisca e Mariana.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras