Nas Bancas

Charlotte Groeneveld, uma holandesa que dita tendências

As carteiras são a sua perdição. A “blogger” gosta delas num formato mais pequeno, em pele, e no topo das suas preferências estão as da Gucci, Dior, Valentino ou Chloé.

Cristiana Rodrigues
18 de março de 2018, 10:07

Charlotte Groeneveld não pisa as passerelles, mas desfila com elegância os seus looks nas ruas de Nova Iorque, onde mora com o marido, Thomas, e os dois filhos, James, de seis anos, e Stella, de quatro. Fundadora do blogue The Fashion Guitar, segue a moda de perto e os seus coordenados são sempre muito atuais. Nesta estação, por exemplo, os casacos são uma das peças chave e a holandesa, de 33 anos, não defraudou expectativas. Conjugou-os com peças mais leves, de texturas diferentes, como vestidos fluidos ou saias curtas. Muito frequente foi vê-la também a antecipar as tendências do próximo verão. Charlotte Groeneveld ficou fã do color block (bloco de cor) e exibiu-o ora num modelo rosa da Tibi, ora numa saia em renda verde-esmeralda e casaco de abotoadura dupla, ambos da Maison Valentino, a casa francesa que assina também o vestido plissado amarelo, tom que este ano vai saltar para a ribalta e que a blogger usou em Paris.
Sem se assumir grande consumidora de acessórios, Charlotte nomeia as carteiras como o seu “objeto de culto” e neste campo prefere marcas como a Dior, Gucci, Valentino, Louis Vuitton, Chloé e JW Anderson. O calçado também é variado, mas é notório que a coleção Balenciaga, como as botas over the knee ou as sapatilhas, merece a sua preferência. .

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras