Nas Bancas

GettyImages-867278894.jpg

Getty Images

Kevin Spacey fecha fundação depois de escândalo sexual

A organização não resistiu a denúncias de assédio e de pedofilia contra a estrela de “House of Cards”.

CARAS
1 de março de 2018, 16:50

É mais um fracasso para a lista do ator norte-americano Kevin Spacey. A ONG, que se dedicava a apoiar jovens atores no Reino Unido e nos Estados Unidos desde 2011, fechou oficialmente esta quarta-feira, 28. A notícia foi dada através de um pequeno comunicado na página oficial da Kevin Spacey Foundation, onde se refere que chegaram “à conclusão que o trabalho da fundação deixou de ser viável”.

O fecho acontece depois do ator estar implicado em dezenas de acusações de assédio e de abuso sexual. No Reino Unido a organização estava a cargo de Stevie Winter, que trabalhou com Spacey no teatro londrino Old Vic, onde o ator foi diretor artístico entre 2004 e 2015. Quando o escândalo rebentou, a fundação britânica recebeu queixas de cerca de vinte pessoas que garantiram ter sido vítimas de conduta inapropriada por parte do ator norte-americano. Estas denúncias abriram espaço para que mais pessoas o acusassem, incluindo colaboradors da série House of Cards que consideraram o ator um“predador”. A Netflix decidiu cortar todas as ligações com Kevin Spacey, tendo mesmo cancelado a série.

Em outubro do ano passado, Kevin Spacey foi também acusado pelo ator Anthony Rapp de um caso de assédio sexual que terá ocorrido em 1984, quando a vítima teria apenas 14 anos e Spacey 26. O ator reagiu no Twitter, afirmando que não se lembra do incidente, mas que caso tenha acontecido, pedia desculpas. A denúncia de Rapp levou também a que Spacey admitisse a sua homossexualidade.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras