Nas Bancas

Barbra Streisand revela ter clonado o cão

E confessa que o caso não foi ato isolado.

CARAS
28 de fevereiro de 2018, 14:35

Barbra Streisand confessou à publicação Variety que clonou o seu cão … duas vezes. Samantha, de 14 anos, foi clonada antes de morrer, em 2017, e a tarefa parecer ter sido bem-sucedida.

Segundo a explicação dada por Streisand, as células foram retiradas do focinho e do estômago do cão, um Coton de Tuléar e deram origem a dois animais, Miss Scarlet e Miss Violet. Na entrevista, a cantora referiu que “têm personalidades distintas”, acrescentado que está a aguardar o envelhecimento de ambos “para poder ver se têm os olhos castanhos [da Samantha] e a sua seriedade”.

Barbra conta ainda que, para os distinguir, recebeu-os em casa com roupas de cores distintas: a um deles, vestiu de vermelho e, ao outro, de lavanda, tornando mais fácil o convívio diário.

Enquanto aguardava a chegada dos cães clonados, Streisand admitiu ter sido ferida por um outro cão, companheira de Samantha. O nome original era Funny Brice mas, ao adotá-la nomeou-a de Funny Girl. É desta forma que a atriz, que é também cantora, recordou a personagem que interpretou no musical em que participou em 1968, Funny Girl - Uma Rapariga Endiabrada, determinante para a sua carreira como atriz.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras