Nas Bancas

'Looks' e tradições ciganas dão cor ao emblemático baile do Copacabana Palace

Portugueses e brasileiros vestiram-se a rigor e divertiram-se no famoso Baile de Carnaval do Copacabana Palace, que teve por tema “Gipsy Folie”.

Cristiana Rodrigues
25 de fevereiro de 2018, 16:11

Cavalos, carroças, fardos de palha, tendas, bolas de cristal, baralhos de cartas e flores campestres transformaram o Belmond Copacabana Palace, na famosa Avenida Atlântica, no Rio de Janeiro, num luxuoso acampamento cigano. Atendendo ao tema Gipsy Folie (folia cigana) que este ano deu o mote ao famoso Baile de Carnaval do Copa, as mulheres vestiram-se com saias compridas, deixaram os ombros descobertos, ousaram nos decotes e abusaram dos adereços com que adornaram os cabelos. Os homens foram mais comedidos, mas os que atenderam ao repto usaram as camisas meio abertas, fios ao pescoço e realçaram os olhos com traços de eyeliner.

No que toca a presenças portuguesas, a atriz Maria João Bastos, os atores José Fidalgo e Ricardo Pereira e a mulher deste, Francisca, e os empresários Diamantino Martins e Kiko Campos Costa responderam ao desafio e brilharam com as suas fantasias. Os holofotes, no entanto, viraram-se para a atriz brasileira Ísis Valverde, este ano escolhida para rainha do Baile do Copa, que, num elaborado modelo estampado com bordados e transparências, homenageou a cultura cigana nesta noite que deu também início às celebrações do 95.º aniversário do hotel carioca. As atrizes Vera Fischer e Letícia Sabatella, as modelos e apresentadoras Fernanda Motta e Renata Kuerten, e o designer francês Christian Louboutin juntaram-se à festa.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras