Nas Bancas

Atriz defende Kate Middleton após críticas à sua escolha de 'look' para os BAFTA

A duquesa de Cambridge foi criticada por não se ter vestido de preto no evento.

CARAS
24 de fevereiro de 2018, 10:01

No passado domingo, dia 18 de fevereiro, Kate Middleton e o príncipe William marcaram presença na gala dos BAFTA.

Após o evento, Kate recebeu duras críticas devido à escolha da cor do seu vestido. A maioria dos presentes optou por usar preto, ao contrário da duquesa, cujo vestido era verde-escuro.

Isto não seria um fator relevante, caso não houvesse uma causa inerente. Para a gala, foi estipulado um dress code, no qual o preto seria a cor a usar, como forma de revolta contra o assédio e agressões sexuais, bem como as desigualdades no mundo do entretenimento.

Graças ao movimento, #TimesUp, a escolha do vestido de Kate foi duramente criticada, uma vez que a interpretaram como uma certa 'indiferença'. Porém, já foi dada uma explicação. Enquanto membro da família real, a duquesa tem de se manter neutra perante quaisquer campanhas ou movimentos de teor político.

Olivia Munn, atriz de 37 anos, apressou-se a defender Kate, através da rede social Twitter, onde escreveu, "o que o #TimesUp implica e as sugestões no que toca ao que vestir não deveriam ser utilizados para condenar alguém ao ostracismo, muito menos para nos controlar. Aquilo em que acreditamos e pelo que lutamos são mais importantes do que a cor do nosso vestido. Teria passado mal se pensasse que a duquesa de Cambridge não nos apoia apenas porque levava um vestido verde".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras