Nas Bancas

Oprah Winfrey já reagiu às críticas feitas por Donald Trump

A apresentadora revelou qual foi a sua reação quando leu o 'tweet' escrito pelo presidente dos Estados Unidos, que lhe era dirigido.

CARAS
22 de fevereiro de 2018, 15:13

Oprah Winfrey, de 64 anos, conduziu uma entrevista, durante o programa da CBS, 60 minutes, acerca do primeiro ano de Donald Trump, 71 anos, na presidência.

O presidente dos Estados Unidos da América não demorou a reagir e recorreu ao Twitter para dar a sua opinião acerca da performance de Oprah durante a discussão, "Acabei de ver uma Oprah Winfrey muito insegura, que até certo ponto eu conheci muito bem, a entrevistar um painel de pessoas no 60 Minutes. As questões foram desequilibradas e tendenciosas, e os factos incorretos. Espero que Oprah concorra à presidência para que possa ser exposta e derrubada tal como todos os outros!".

As acusações foram feitas no dia 19 de fevereiro, e a reação de Oprah chegou uns dias depois, durante o talkshow de Ellen DeGeneres. Winfrey disse ter ficado, em primeiro lugar, confusa. "Eu acordei e pensei 'o quê?'".

Ellen questionou a apresentadora se concordava com o presidente quando este dizia que as questões teriam sido tendenciosas. "O que eu fiz foi: voltei atrás na gravação [do programa] para perceber se, em algum momento, isso teria sido verdade", contou Oprah.

"Voltei atrás e chamei os produtores. Porque o que acontece é que, quando se grava o 60 Minutes, sentamo-nos numa sala com, pelo menos, mais sete pessoas que criticam a peça antes de ir para o ar. Eles criticam qualquer palavra. Portanto, há um painel inteiro a avaliar se foi justo ou não", acrescentou.

Contudo, Oprah diz que, de facto, reparou em algo que poderia ser alterado. "A primeira vez que assisti à gravação, disse que havia algo que faltava. Quando perguntei 'Pensam [que Trump] se importa com o que os outros pensam da América?', apenas usaram o lado dos democratas. E eu lembrei-me do que outro entrevistado tinha respondido e disse 'acho que deviam acrescentar isto, fica mais equilibrado'", revelou.

Oprah Winfrey acredita ter transmitido os factos da forma mais verdadeira possível, pelo que a acusação de Trump não a afetou, "Esforcei-me muito para fazer o oposto do que estava escrito no tweet, portanto, está tudo bem".

De relembrar que chegaram a surgir rumores de que Oprah se iria candidatar à presidência em 2020. A apresentadora já afirmou que tal apenas acontecerá caso haja algum tipo de ‘intervenção divina’.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras