Nas Bancas

Judite de Sousa desabafa: "É inevitável ter a minha profissão colada à pele"

A “pivot” e jornalista viu o seu trabalho reconhecido com um prémio votado pelo público.

Andreia Cardinali
11 de fevereiro de 2018, 11:30

Para Judite Sousa, ver o seu trabalho reconhecido é “sempre uma felicidade”, conforme afirmou na tarde em que assistiu à entrega dos Prémios Cinco Estrelas, nos quais foi uma das galardoadas. “É sempre bom recebermos prémios quando eles refletem a vontade e o sentido de voto dos espectadores, como é o caso”, acrescentou.
Sempre que sai à rua, a jornalista da TVI diz que sente esse carinho do público: “Eu não ando muito na rua, sou mais de casa/trabalho e trabalho/casa, mas, quando ando e tenho de fazer a minha vida normal, sinto que as pessoas são afetuosas e carinhosas e normalmente dizem-me que pareço mais velha na televisão.” [Risos.]
Apesar de sempre ter vivido bastante focada na sua carreira e no seu sucesso profissional, Judite está agora, em especial desde a morte do seu filho, André, há quatro anos, mais “agarrada” ao trabalho: “Trabalho desde os 18 anos e o trabalho sempre preencheu a minha vida. É inevitável ter a minha profissão colada à pele.
Muito elegante num look de preto integral, Judite confessou que gosta de acompanhar as tendências: “Quem vive da imagem tem de estar atento ao que se usa, e eu tenho a preocupação de estar bem. Sendo que depois, no trabalho televisivo em frente aos ecrãs, há um determinado número de regras que devem ser cumpridas, porque a informação implica confiança e credibilidade, precisamente o prémio que vou hoje receber.”

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras