Nas Bancas

Reese Witherspoon fala sobre a decisão mais difícil que tomou na vida

Em entrevista, atriz recorda um dos momentos que mudou a sua vida para sempre.

CARAS
9 de fevereiro de 2018, 09:25

Numa altura em que, diariamente, se ouve falar de assédio e da necessidade de igualdade de género, Reese Witherspoon fez uma confissão muito pessoal à apresentadora Oprah Winfrey na sua publicação homónima. O objetivo inicial era falar sobre o filme Uma viagem no tempo, mas, ao lado Mindy Kaling, acabou por falar também do impacto do movimento #MeToo e da iniciativa Time’s Up em Hollywood.

Questionada sobre a a decisão mais difícil que tomou na sua vida para “cumprir o seu destino”, Witherspoon respondeu: "Para mim, provavelmente, foi deixar uma relação abusiva", acrescentado que foi vítima de violência "psicológica e verbal". "Tinha um limite e ele foi ultrapassado. O meu cérebro simplesmente mudou.”

Sem detalhar o assunto, a protagonista de “Legalmente loira” declarou que ter-se defendido representou, naquela altura, uma mudança a nível celular. E foi mais longe ao dizer que esse "é parte do motivo pelo qual não tenho problemas em dizer que sou ambiciosa. Porque alguém tentou tirar-me isso".

Garantiu ainda que não seria a pessoa que é hoje se não o tivesse feito. "Foi uma pergunta profunda e eu era muito jovem. Eu não seria a pessoa que sou hoje se não tivesse feito isso. O fato de parar de me encarar mudou a minha maneira de ser", disse a atriz.

Parte do grupo Time’s Up, esta não é a primeira vez que fala de assuntos difíceis, tendo assumido uma voz ativa naquilo a que podemos chamar o caso Weinstein e revelando que sofreu abusos aos 16 anos. "Gostava de poder dizer que foi um caso isolado na minha carreira, mas, infelizmente, não foi assim. Vivi várias experiências de assédio sexual e não falo sobre isso com muita frequência", disse sublinhando ainda que o "silêncio" era uma condição do seu emprego.

Contudo, aquela que é também empresária diz ver uma luz de esperança na sociedade atual. “Creio que a nossa cultura está mais viva e vibrante do que nunca. Estamos a despertar ideias que estavam lantente durante muito tempo e isso é emocionante. As redes sociais permitiram um diálogo que não era possível há 10 anos. As mulheres falam de coisas sobre as quais nunca tinham falado e também ouvem”, concluiu. Na sua conta pessoal de Instagram partilhou ainda uma fotografia do trio com a legenda "Amo estas mulheres!".

Apesar destes episódios menos felizes, Reese Witherspoon tem motivos para sorrir. Ao lado de Jim Toth, o casal tem um filho em comum - Tennessee -, de cinco anos, e a atriz tem ainda dois filhos fruto do casamento anterior, Ava Phillippe, de 18, e Deacon Phillippe, de 14.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras