Nas Bancas

Aymeline Valade: uma "maria-rapaz" da moda parisiense

A modelo e atriz francesa, de 33 anos, tanto pode aparecer loura como morena, que o seu ar andrógino mantém-se. Autointitula-se “tomboy” e prefere uma boa peça de alfaiataria a um vestido.

CARAS
4 de fevereiro de 2018, 14:02

Francesa, 33 anos, olhos azuis, lábios carnudos, maçãs do rosto realçadas e ar andrógino. O cabelo varia entre o louro e o castanho-avelã, dependendo do que lhe apetece. Aymeline Valade é atriz e modelo. Nasceu em Montpellier, cresceu em Lyon e viveu também em Nice. Foi nessa altura que um booker reparou nela e quis agenciá-la. Aymeline preferiu continuar a estudar Comunicação e Jornalismo. Só anos mais tarde decidiu ir para Paris tentar a sorte. O boom deu-se em 2010, quando Nicolas Ghesquière, na altura diretor criativo da Balenciaga, a convidou para fazer parte do seu desfile. Nunca mais parou: Chanel, Chloé, Dolce & Gabbana e Versace, todos queriam esta tomboy (maria-rapaz), como a francesa se autointitula, na passerelle.

Fora dela, Aymeline é também amplamente fotografada num estilo despreocupado mas elegante, no qual as calças assumem o papel principal. Gosta de peças de alfaiataria e foi, aliás, com um smoking que acabou por roubar atenções no Festival de Cannes, em 2014, na estreia do filme Saint Laurent, de Bertrand Bonello, no qual deu vida à modelo Betty Catroux. “Queria estar confortável sem entrar na competição do vestido mais bonito. E pensei: vou de smoking, tem tudo a ver com o filme e assim ninguém vai reparar muito em mim”, contou numa entrevista à Vogue brasileira. Uma conclusão que se revelou errada, já que acabou por ser considerada uma das mais elegantes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras