Nas Bancas

Tony Carreira aos 30 anos de profissão: “A minha paixão será sempre a música”

Em Braga, onde deu dois concertos, o cantor agradeceu ao público que o ajudou a tornar o sonho realidade.

CARAS
27 de janeiro de 2018, 18:00

O ano em que comemora três décadas de carreira começou da melhor forma para Tony Carreira, com dois concertos acústicos e intimistas no Theatro Circo de Braga. Filmados para posterior edição, os espetáculos fizeram as delícias dos fãs, que recordaram as 30 canções mais emblemáticas do cantor num formato especial. “Foi uma experiência fenomenal, que me deu um prazer enorme. Fizemos arranjos novos para as músicas e foi bastante estimulante”, contou, momentos antes de entrar em palco.
Tudo começou no dia 5 de março de 1988, em França, onde vivia. “Tocava em salas da comunidade, restaurantes, cafés... foi o meu ‘conservatório’. Sonhava poder viver da música e hoje posso dizer que a vida me deu mais do que esperava. Trinta anos é muito tempo e continuar a ter o público comigo é incrível”, recorda. É, aliás, para os que o acompanham que Tony Carreira deixa o maior agradecimento na hora do balanço: “A música deu-me tudo. Se as coisas acabarem amanhã, sou eternamente grato ao público, que mudou a minha vida e me deixou fazer o que tanto gosto. Sem ele nada seria possível.”
Sobre o futuro, pouco adianta. “A minha paixão é a música e será sempre. Por mais coisas que eu possa vir a fazer fora da música, é na música que eu sou feliz”, conclui. E o que poderá vir a fazer fora da música? “Ir ao Tibete, por exemplo”, responde, sorridente.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras