Nas Bancas

David Copperfield

David Copperfield

STEVE MARCUS

David Copperfield acusado de assédio sexual

O mágico foi acusado pela modelo Brittney Lewis.

CARAS
25 de janeiro de 2018, 16:03

A manequim Brittney Lewis acusou David Copperfield de assédio sexual, num caso que remonta a 1988. Segundo Brittney, o mágico cometeu os abusos quando ela tinha ainda 17 anos.

David Copperfield afirmou-se um defensor da causa #MeToo e pediu ao público que não se precipitasse a julgá-lo.

A manequim e o mágico conheceram quando Copperfield era jurado numa competição de modelos promovida pela Elite Model Management, no Japão, na qual Brittney era participante.

Na versão da modelo, David Copperfield convidou-a para o acompanhar a um espetáculo na Califórnia, que aconteceria mais tarde nesse dia. Para isso, o mágico pediu autorização à avó da modelo, uma vez que ela era ainda menor. Patricia Burton, a avó, afirmou que Copperfield lhe disse que tomaria conta de Brittney e que dormiriam em quartos separados.

A modelo contou que a viagem com o mágico começou bem, apesar de ele ter tentado dar-lhe a mão, gesto que Brittney recusou, dizendo que eram apenas amigos. Depois, referiu que, a seguir ao concerto, estiveram num bar, e ela viu David Copperfield colocar-lhe alguma coisa dentro da bebida. Passado algum tempo, a modelo diz ter perdido a consciência.

De seguida, afirma recordar-se de estar no quarto do hotel e de o mágico abusar dela. "Lembro-me que ele me tirou a roupa ", afirmou, dizendo que não se lembrava de mais nada.

De acordo com as declarações da modelo, David Copperfield disse-lhe que nada tinha sucedido. "Ele queria que eu soubesse que não aconteceu nada entre nós, porque eu era menor de idade", contou a modelo.

Por fim, Brittney ainda referiu que, por causa do incidente com a bebida, o mágico lhe implorou que assinasse uma carta que garantia estar tudo bem com ela. "Mais tarde, a minha terapeuta disse-me que ele me fez assinar essa carta como forma de me manter calada." A modelo afirmou não estar interessada em dinheiro e que já tinha reportado este caso ao FBI há 11 anos, quando o mágico enfrentava outro caso de assédio sexual.

Recorde-se que David Copperfield já tinha sido acusado de abuso sexual, em 2010. por Lacey Carroll, um caso mediático que terminou com Carroll a ser acusada de prostituição e por levantar falsos testemunhos. David Copperfield foi ilibado e, mais tarde, em 2012, foi ao programa de Oprah Winfrey onde falou sobre o caso. "Ser falsamente acusado de uma coisa tão horrível. É devastador para mim, para os meus amigos e família. É realmente mau."

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras