Nas Bancas

Keira Knightley fala de assédio sexual fora do ambiente de trabalho

A atriz britânica alerta para uma situação vivida por muitas mulheres.

CARAS
18 de janeiro de 2018, 12:10

Apoiante do movimento #MeToo, Keira Knightley revelou que também foi alvo de assédio sexual. A atriz britânica, de 32 anos, conta à revista Variety que o lhe aconteceu foram "ataques menores" em bares, acrescentando que muitas das suas amigas já sofreram com situações semelhantes.
"Não aconteceu em trabalho, mas sim quando ia sair à noite com amigos. Consigo lembrar-me de quatro vezes em que fui assediada", revela, adiantando que as situações que viveu são semelhantes às que muitas mulheres são confrontadas. "Acredito que todas as pessoas já lutaram com alguns monstros. Não são só as atrizes, mas também as professoras, advogadas... Não falo de violação, mas de pessoas que são agarradas em pubs, cujos seios são acariciados por desconhecidos ou que sentem a mão de alguém a subir por baixo da saia", especifica.
Apesar de ter trabalho diretamente com Harvey Weinstein, produtor de Hollywood acusado de assédio por mais de 80 mulheres, Keira garante que teve sempre "relações profissionais" com ele, não suspeitando que este tipo de denúncias viesse a surgir. "Ele nunca me pediu massagens ou algo do género", acrescenta.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras