Nas Bancas

Brigitte Bardot condena atrizes que "aquecem" produtores

A atriz francesa, que foi considerada um ícone sexual nas décadas de 50 e 60, comenta as denúncias de assédio sexual que têm surgido durante os últimos meses.

CARAS
18 de janeiro de 2018, 13:52

Em entrevista à revista Paris Match, Brigitte Bardot, de 83 anos, deu a sua opinião sobre as denúncias de abuso sexual no cinema que estão a marcar os últimos meses. A ex-atriz considera estes "hipócritas", uma vez que muitas atrizes "aquecem os produtores para obter um papel".
"Depois, para que se fale nelas, dizem que foram objeto de abuso. Na realidade, em vez de as beneficiar, isso prejudica-as",
continua a antiga estrela de cinema, que acha este assunto polémico está a tirar o lugar a outros mais relevantes que deviam estar a ser debatidos. "Eu nunca fui vítima de abusos sexuais. E parecia-me encantador quando me diziam que era bonita e tinha um belo rabo. Este tipo de piropos é agradável", garante a francesa, que foi considerada um ícone sexual nas décadas de 50 e 60.
Recorde-se que Brigitte Bardot tornou-se uma ativista pelos direitos dos animais, tendo abandonado o cinema em 1973.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras