Nas Bancas

Técnico que terá abusado sexualmente da atriz Eliza Dushku aos 12 anos é demitido

Joel Kramer foi denunciado num comunicado escrito pela atriz.

CARAS
16 de janeiro de 2018, 11:07

Depois de Eliza Dushku ter revelado no seu Facebook que foi "molestada sexualmente por Joel Kramer" aos 12 anos, durante as filmagens de "A Verdade da Mentira", o coordenador de duplos de Hollywood foi demitido pela Worldwide Production Agency (WPA), agência que representava profissionalmente o acusado. "A WPA escolheu encerrar ligações com Joel Kramer, com base nas alegações de má conduta que estão a ser relatadas. Tal comportamente é inaceitável e está totalmente em desacordo com os padrões de conduta que exigimos de nós mesmos e esperamos dos nossos clientes", lê-se num comunicado do presidente da agência, Richard Caleel, ao Deadline.

Kramer negou todas as acusações, mas, desde a denúncia, várias pessoas vieram reforçarar as alegações de Eliza, incluindo a responsável legal pela atriz no set de gravações em 1994. Sue Booth Forbes afirma que apresentou queixa na altura, mas que nada foi feito.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras