Nas Bancas

Catherine Deneuve

Catherine Deneuve

Catherine Deneuve pede desculpa às vítimas de assédio sexual após carta polémica

A atriz francesa é uma das mais famosas subscritoras de uma carta que gerou polémica, por criticar o movimento #MeToo.

CARAS
15 de janeiro de 2018, 13:09

Foi um dos temas da semana: após os Golden Globe Awards, no dia 7 de janeiro, e a discussão sobre violência sexual que se seguiu, 100 mulheres ligadas ao universo das artes e do entretenimento em França assinaram uma carta a afirmar o direito de um homem "importunar uma mulher" e apelando à liberdade sexual.

Uma dessas mulheres era Catherine Deneuve, mítica atriz francesa, hoje com 74 anos, que foi imediatamente criticada dentro e fora do movimento feminista. Agora, praticamente uma semana depois da publicação da carta no jornal Le Monde, Deneuve vem retratar-se em novo texto, publicado desta vez no diário Liberation: "saúdo calorosamente todas as vítimas desses horríveis atos que possam ter ficado ofendidas pela carta. É a elas, e só a elas, que ofereço as minhas desculpas", lê-se.

Deneuve reafirma, no entanto, o que vem escrito na carta, já que "nada de bom diz sobre o assédio, senão não teria assinado". Assumindo-se como mulher livre, e com amor à liberdade, a atriz conclui: "não gosto desta caraterística dos nossos tempos em que toda a gente acha que tem o direito... de condenar. Um tempo onde simples denúncias nas redes sociais dão origem a punições, demissões, e... muitas vezes linchamento nos media".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras