Nas Bancas

Cerimónias fúnebres de Johnny Hallyday juntam centenas de milhares de pessoas em Paris

O músico morreu aos 74 anos.

CARAS
11 de dezembro de 2017, 11:46

O cantor Johnny Hallyday morreu na passada quarta-feira, dia 6, aos 74 anos, vítima de cancro.
As cerimónias fúnebres daquele que foi um dos músicos mais importantes da história do rock rodearam-se de uma dimensão impressionante. Além da família e do presidente francês, Emmanuel Macron(que fez um discurso emotivo realçando que Hallyday era uma 'parte de França'), centenas de milhares de pessoas quiseram despedir-se da estrela e reuniram-se nos Campos Elíseos, entre os quais o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy e a mulher, Carla Bruni. Rosas, lágrimas e muitos cartazes foram algumas das formas que os franceses encontraram de prestar a última homenagem a Hallyday. O cortejo fúnebre foi acompanhado por cerca de 700 motards, já que Johnny adorava motos e era um fã da Harley Davidson.
O corpo foi trasladado para a ilha de São Bartolomeu, nas Antilhas francesas, onde será hoje enterrado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras