Nas Bancas

Marcelo Rebelo de Sousa dividido entre a família e os portugueses

O Presidente da República esteve na Feira de Solidariedade Novo Futuro – Rastrillo, onde posou com várias voluntárias.

Marta Mesquita
8 de dezembro de 2017, 18:00

Tal como já tinha anunciado, Marcelo Rebelo de Sousa vai mesmo passar o Natal e a passagem de ano nas zonas que foram afetadas pelos incêndios em junho e em outubro. Contudo, no meio destas ações solidá­rias, o Presidente da República vai ainda ter tempo para estar com a família, como contou na inauguração da 14.ª edição da Feira de Solidariedade Novo Futuro – Rastrillo: “Vou passar a Consoada com a minha família e parto logo a seguir. Passo o dia 25 na zona de Pedrógão. Já tenho um programa para Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pêra e Pedrógão Grande. Na passagem de ano, irei estar na zona que ardeu em outubro. O melhor presente de Natal que poderia receber era a garantia de que para o ano não haverá tragédias como estas.”
Imune ao consumismo da época, Marcelo Rebelo de Sousa garantiu que não gasta muito dinheiro em presentes, até porque na sua família fazem um sorteio de maneira a que cada pessoa só ofereça uma prenda. Contudo, os poucos presentes que dá são comprados nesta feira, que tem como objetivo ajudar crianças e jovens em risco social. “Todos os anos venho cá. Já vinha quando não era Presidente, e continuo a vir. Não mudo. Sou sempre o mesmo”, assegurou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras