Nas Bancas

Grupo animado brinda a fim de semana passado no Alto Douro vinhateiro

A Quinta das Carvalhas acolheu os convidados da CARAS e da Seat para estes dias em família, durante os quais se provaram os melhores produtos da região.

Joana Brandão
11 de novembro de 2017, 16:00

É uma das propriedades mais espetaculares do Douro. Com 600 hectares, que integram 120 hectares de vinha intercalados por belíssimas florestas, matos mediterrânicos e olivais centenários, a Quinta das Carvalhas pertence à Real Companhia Velha e os primeiros registos da sua existência remontam a 1759.
A convite da CARAS e da Seat, o ator Luís Esparteiro e a agente de atores Vanda Correia, o piloto Manuel Gião, o médico dentista João Espírito Santo e a mulher, Mariana Seabra, o político Pedro Morais Soares e a mulher, Tata, passaram um fim de semana animado no Alto Douro Vinhateiro, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO. Em permanente contacto com a história e a vida da mais antiga região demarcada de vinhos do mundo, os nossos convidados e respetivas famílias começaram por fazer uma caminhada. A partir da Casa Redonda, que fica a 550 metros de altitude, desfrutaram de uma espetacular vista panorâmica da região a 360 graus. Conduzido por Álvaro Martinho Lopes, o agrónomo responsável pela viticultura da quinta, o passeio revelou factos que cativaram a atenção do grupo. “Nesta fase da minha vida, estou muito interessado em saber como se faz um bom vinho, conhecer o processo, e o Álvaro deu-nos algumas dicas para perceber porque é que o vinho desta região é tão bom”, comentou Manuel Gião, confesso apreciador do vinho do Douro, que usufruiu destes dias na companhia dos filhos, Manuel, de 14 anos, e Camila, de dez. Já João Espírito Santo realçou a importância do contacto com a Natureza. “É muito interessante poder mostrar aos miúdos como crescem as uvas e vê-los a apreciar a Natureza. Passam demasiado tempo na cidade e não contactam com a terra”, afirmou o médico dentista, referindo-se a Leonor, de oito anos, João, de cinco, e Bernardo, de três.
Visita habitual da região, maioritariamente a trabalho, Pedro Morais Soares, secretário-geral do CDS, considera que “tudo aqui à volta é lindíssimo”. E acrescenta: “Esta zona tem tido um crescimento impressionante a nível do turismo, não só estrangeiro como português, e o vinho tem sido fundamental como alavanca da economia da região.”
Na véspera dos incêndios que assolaram o país de forma trágica, a temperatura no Douro estava agradável. Após o passeio matinal, o almoço foi servido ao ar livre, nas imediações da piscina panorâmica. Seduzidos pela água, os mais novos contaram as horas para o desejado mergulho.
A tarde passou-se em convívio, com Raquel Silva Reis e Gastão Mendes a mostrarem-se anfitriões de excelência. Com um programa pensado para que o grupo usufruísse em pleno da magia do Douro, a administradora da Real Companhia Velha encaminhou os adultos para a sala de provas, onde degustaram os vinhos Quinta do Cidrô. “Esta zona tem vinhos extraordinários. Estamos no coração do Douro e é impressionante ver quão desenvolvida está esta região”, disse Luís Esparteiro, familiarizado com a zona. Em contrapartida, para Tata Morais Soares esta foi a sua primeira visita ao Douro: “Estou rendida à beleza desta região e à paz que transmite.”
O fim de semana CARAS e Seat terminou com um passeio pelo rio Douro, a bordo do tradicional barco rabelo. A partir do Cais do Pinhão, o grupo partiu rio acima e almoçou a bordo. No final, miúdos e graúdos despediram-se sorridentes, com a certeza de que o Douro é uma das zonas mais bonitas do mundo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras