Nas Bancas

Jessica Athayde, Lourenço Ortigão e Cláudia Vieira partilham experiências que viveram na Madeira

Os três atores, embaixadores da Madeira como destino turísticos, recordaram histórias divertidas neste encontro.

André Barata
4 de novembro de 2017, 16:00

Há quase dois anos, Cláudia Vieira, Jessica Athayde e Lourenço Ortigão aceitaram o convite para serem embaixadores da Madeira. Desde então, têm conhecido e dado a conhecer aos portugueses e ao mundo o que de melhor há no arquipélago.
Há uns dias, os três atores juntaram-se num convívio que acabou por se tornar uma espécie de balanço no qual partilharam as suas experiências e aventuras, nomeadamente na gravação de um vídeo promocional que deverá incentivar o turismo no arquipélago.
O único homem deste grupo ficou com o tema “mar” a seu cargo, por isso, experimentou tudo o que são atividades dentro de água. “Já vi um bocadinho de tudo na Madeira, porque vou lá muitas vezes. E no que toca ao tema que me diz respeito, o que mais me surpreendeu foi o passeio com os golfinhos. Estive lá há três semanas e fui eu a pegar num barco e a ir atrás dos golfinhos! Foi extraordinário. Olhar para a ilha quando se está no mar é qualquer coisa de maravilhoso.” Apesar da ligação ao mar, o ator também pôde explorar a terra, sendo que a gastronomia da ilha foi uma das coisas que mais o atraíram: há que lembrar que, além de ator, Lourenço é proprietário de um restaurante no Estoril. “Cada vez que vou à Madeira encontro sempre restaurantes novos que experimento. A gastronomia lá é fantástica. Já pensei investir na Madeira. Inclusivamente, já pensei mudar de residência um dia! Gosto mesmo muito da Madeira, e na minha opinião, quando se investe num negócio, tem de se estar presente. A viver em Lisboa, se tiver algum problema, em pouco mais de 15 minutos chego ao meu restaurante, é tudo mais fácil. Um dia que tome essa decisão, terei de me mudar para lá. Esse é o único motivo pelo qual ainda não investi.”
Cláudia Vieira, a quem coube o tema “lifestyle”, recordou alguns momentos que mais a marcaram nestas viagens pela ilha. “Assistir a um nascer do sol absolutamente incrível, ver o sol rasgar as nuvens, ver o contorno da ilha por entre as nuvens, foi das imagens mais incríveis e especiais que já observei! A diversidade paisagística é qualquer coisa de extraordinário.” Uma das experiências que recorda com mais prazer foi partilhada com a filha, Maria, de sete anos: “Passeámos de barco com baleias por perto e foi memorável para a minha filha.”
Jessica, embaixadora pela vertente “natureza”, gostou particularmente de explorar o lado mais radical. “Adorei as praias de areia preta, as piscinas naturais, nadar com golfinhos, fazer paddle, explorar Porto Santo, fazer mergulho...” As experiências deram-lhe a conhecer um novo ângulo do arquipélago. “Não conhecia este lado mais cool. Antes acho que associava a Madeira a umas férias mais tranquilas, pacatas. Não fazia ideia de que havia tanta coisa para fazer. Fica a uma hora de Lisboa e muitas vezes esquecemo-nos que fica tão perto! Já para não falar do bom tempo que se faz sentir durante praticamente o ano inteiro.”
Para os três o arquipélago tem sido, como se vê, uma fonte de experiências agradáveis.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras