Nas Bancas

José Mourinho já foi ouvido em tribunal

O técnico português é acusado de ter defraudado o fisco espanhol.

CARAS
3 de novembro de 2017, 10:28

José Mourinho foi ouvido na manhã desta sexta-feira, 3 de novembro, no tribunal de instrução de Pozuelo de Alarcón, em Madrid, por suspeitas de ter buraldo o fisco espanhol em 3,3 milhões de euros em 2011 e 1012, quando treinava o Real Madrid.

À saída do tribunal, o treinador português prestou algumas declarações às dezenas de jornalistas que se encontravam no local. "É muito simples. Saí de Espanha em 2013 com a convicção de que a minha situação tributária estava perfeita. Um par de anos mais tarde dizem-me que vão abrir um processo para me investigar e que, para regularizar a minha situação, tenho que pagar...No tribunal, não contestei, não discuti. Paguei, assinei o que me pediram e o caso está fechado”, revelou José Mourinho ao jornal espanhol A Marca.

De acordo com a acusação, o atual treinador do Manchester United apresentou as suas declarações fiscais de 2011 e 2012 em Espanha, mas sem incluir as receitas obtidas com a cedência dos direitos de imagem a empresas com sede em paraísos fiscais.

Em julho de 2015, José Mourinho reconheceu a falta da declaração de direitos de imagem e aceitou pagar uma coima de 1,14 milhões de euros, mas, para o fisco espanhol, o caso não ficou na altura totalmente resolvido.

O técnico português orientou o Real Madrid entre 2010 e 2013.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras